História do Teatro Brasileiro: Volume II
Do Modernismo às Tendências Contemporâneas
João Roberto Faria (direção)

R$ 95,00


Com este segundo volume de História do Teatro Brasileiro, chega a termo um projeto que a editora Perspectiva começou a desenvolver a partir de 2002, sob a direção de João Roberto Faria, com a participação de um corpo de colaboradores de notória competência teórica e crítica. Trata-se, pois, de uma obra coletiva; e nem poderia ser diferente, dada a amplitude, diversidade e profundidade que o movimento teatral e os trabalhos em arte dramática assumiram em nosso país, como efetiva resposta ao que ocorre internacionalmente nesse domínio. Atento às várias épocas e modos de realizar a arte teatral no Brasil, os dois volumes, Das Origens ao Teatro Profissional da Primeira Metade do Século XX e Do Modernismo às Tendências Contemporâneas, consideram e avaliam as suas inter-relações e diferenças. O teatro jesuítico, por exemplo, requer uma abordagem diacrônica, voltada mais para um trabalho arqueológico, em virtude da escassez documental e textual em que está envolvido, ao passo que o novo teatro, desde a sua fase modernizante, a partir da segunda metade do século XX, até a contemporânea, oferece um panorama, cujas linhas mestras nem sempre já são discerníveis, sobretudo na sua multifária e tumultuada expressão na atualidade, pois se encontram em pleno fazer-se na vida do aqui-agora. Assim sendo, relevam não só os aspectos ligados ao escrito dramatúrgico como tudo o que ele envolve para expor-se e comunicar-se com seu espectador de hoje, não menos do que com o de ontem, num movimento de captura da materialização ao vivo das manifestações teatrais no Brasil. É claro que neste conjunto se incluem tanto as cenas da vanguarda como o que tem recebido o nome de "teatrão", na medida em que ambos contaram, e preservaram para a lembrança histórica, com espetáculos e artistas de vitalidade e significações convincentes. Todavia, cabe ressaltar que, como parte dessa trajetória, à lente diacrônica do primeiro tomo contrapõe-se, até certo ponto, um enfoque mais sincrônico no segundo, cujo ponto focal se desloca para um exame crítico e teórico de problemas estéticos e artísticos, vigentes na ordem do dia do teatro que se apresenta ao público brasileiro do século XXI - daí por que o percurso Das Origens ao Teatro Profissional da Primeira Metade do Século XX se integra ao Do Modernismo às Tendências Contemporâneas, perfazendo o processo de uma História do Teatro Brasileiro em processo.
Indicar este livro
 Gostaria de receber informes e promoções da Editora Perspectiva.
Dê a sua opinião sobre a obra
Antes de escrever seu comentário, leia, por favor, as regras e orientações sobre este espaço:

  • os comentários devem ater-se ao livro sobre o qual se refere e a temas estritamente relacionados a ele;
  • o texto deverá ter no máximo 700 caracteres;
  • a editora Perspectiva reserva-se o direito de não publicar comentários preconceituosos ou racistas, observações grosseiras ou que agridam a honra de qualquer pessoa ou grupo de pessoas, textos sobre opiniões de outros leitores, bem como informações de conteúdo comercial;
  • as críticas apresentadas passarão a ser de domínio do site da editora.
700 carac.
Sumário
NOTA EDITORIAL [J. Guinsburg e João Roberto Faria] 11
O LOCUS DO SUJEITO [Danilo Santos de Miranda] 13
INTRODUÇÃO:
    POR UMA NOVA HISTÓRIA DO TEATRO BRASILEIRO [João Roberto
    Faria] 15


I. O TEATRO E O MODERNISMO DE 1922
    1. O Teatro dos Escritores Modernistas [Orna Messer Levin] 21
    2. Primeiras Tentativas de Modernização [Nanci Fernandes] 43

II. A MODERNIZAÇÃO DO TEATRO BRASILEIRO (1938-1958)
    1. Os Grupos Amadores [Nanci Fernandes] 57
    2. As Companhias Teatrais Modernas [Tania Brandão] 80
    3. A Modernização da Arte do Ator [Maria Thereza Vargas] 96
    4. A Dramaturgia Moderna [Alberto Guzik] 117
    5. O Tablado e a Modernização do Teatro Infantil [Cláudia de Arruda
     Campos] 144
    6. A Crítica Teatral Moderna [Ana Bernstein e Christine
    Junqueira] 161

III. NOVAS CORRENTES TEATRAIS: DRAMATURGIA E ENCENAÇÕES
    (1958-1978)
    1. A Politização do Teatro: Do Arena ao CPC [Maria Sílvia Betti] 175
    2. O Teatro de Resistência [Maria Sílvia Betti] 194
    3. A Questão Experimental: A Cena nos Anos de 1950-1970 [Edélcio
     Mostaço] 215
    4. O Teatro da Marginalidade e da Contracultura [Welington
     Andrade] 239
    5. Teatro e Metalinguagem [José Eduardo Vendramini] 257
    6. O Teatro da Militância [Silvana Garcia] 271
    7. O Pensamento Crítico e Estético [ J. Guinsburg e Rosangela
     Patriota] 277

IV. O TEATRO CONTEMPORÂNEO (1978…)
    1. A Dramaturgia dos Anos de 1980/1990 [Silvana Garcia] 301
    2. A Encenação [Sílvia Fernandes] 332

V. OUTRAS PRÁTICAS TEATRAIS MODERNAS E CONTEMPORÂNEAS
    1. Cenografia e Indumentária [Clovis Garcia] 371
    2. O Teatro de Rua [André Carreira] 388
    3. O Teatro de Bonecos [Ana Maria Amaral e Valmor Beltrame] 397
    4. O Teatro para a Infância e Juventude [Maria Lúcia de Souza
     Barros Pupo] 416
    5. O Circo-teatro [Paulo Merisio] 433
    6. O Teatro na Educação [Ingrid Dormien Koudela e Arão Paranaguá
     de Santana] 446
    7. A Formação do Ator [Rachel Araújo de Baptista Fuser] 458
    8. O Teatro e o Estado [Rosyane Trotta] 466


Colaboradores do Volume 2 487
Créditos das Imagens 493
SOBRE O LIVRO
assunto: teatro
coleção: livro sem coleção
formato: 18x25,5 cm
páginas: 496
acabamento: brochura
edição: 1ª 2013
peso: 894 g
ISBN: 9788527309585

Editora Perspectiva
Av. Brigadeiro Luís Antônio, 3025
Jardim Paulista, São Paulo - SP
01401-000
(11) 3885 8388

Comunicação

Sobre a Editora

Contato

Preencha com o seu nome e e-mail e receba informações sobre a Editora Perspectiva.

Desejo receber informações sobre promoções, lancamentos e eventos da Editora Perspectiva

Redes Sociais

 

Copyright 2018, Editora Perspectiva